Olinda entrega nesta sexta habitacional com 304 moradias

237
0
COMPARTILHAR

No total, 304 famílias serão beneficiadas. Residencial está localizado na IV etapa de Rio Doce
Representantes da Prefeitura de Olinda, Ministério das Cidades, Caixa Econômica Federal e da Companhia Estadual de Habitação e Obras entregam, nesta sexta-feira (5), às 10h, o Conjunto Residencial Carlos Lamarca, na IV etapa de Rio Doce, Olinda. Ao todo, serão 304 unidades de 42m², destinadas às famílias com renda de até R$ 1,8 mil, inscritas no programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal. Foram investidos quase 20 milhões de reais (R$ 19.151.902,71), em obras iniciadas em 2013.

O local conta com equipamentos comunitários, como parque infantil, salão de festas, quadra poliesportiva, equipamentos de ginástica, entre outros. Ao lado do residencial terá uma escola pública. Além disso, um apartamento todo mobiliado foi sorteado para um dos novos moradores.

“Temos um déficit habitacional de 15 mil famílias no município. O residencial vem para ajudar a diminuir este índice, que já é baixo. Vai tirar as pessoas de uma situação ruim, que moram em favelas, beira de canal, área de risco. Melhorará a qualidade de vida de muitos olindenses”, destaca o secretário executivo de Urbanização Integrada de Olinda, Maurílio Pedrosa.

Outros residenciais

Apesar dos poucos mais de quatro meses de gestão, a entrega de residenciais tem sido uma marca na gestão Lupércio. Em fevereiro, em parceria entre a Prefeitura de Olinda e o Governo Federal, houve a entrega do Conjunto Residencial Cuca Legal, localizado em Jardim Brasil II. Foram investidos R$ 8 milhões. O empreendimento, que beneficia 128 famílias, representa o primeiro conjunto do programa Minha Casa, Minha Vida na cidade.

Já o Cuca Legal II, que teve as obras iniciadas em 2007, terão obras concluídas somente com atual governo municipal. O local receberá pessoas que residiam em precárias condições às margens do Canal da Malária ou em áreas de risco e fazem parte do Auxílio Moradia. A iniciativa irá beneficiar 240 famílias. A previsão é de que a estrutura fique totalmente pronta no segundo semestre de 2017. Serão investidos R$ 15 milhões.

Por Pedro Paulo

SEM COMENTÁRIOS