Piedade terá habitacional em terreno doado pela prefeitura

55
0
COMPARTILHAR

O prefeito Anderson Ferreira assina ofício que formaliza a doação do terreno onde será construído o Habitacional Padre Henrique, no bairro de Piedade (​Foto: Chico Bezerra/PJG)
O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, assinou, nesta quarta-feira (6), durante solenidade realizada na sede da prefeitura, em Prazeres, ofício que formaliza a doação do terreno onde será construído o Habitacional Padre Henrique, no bairro de Piedade. A área, localizada na Rua Nossa Senhora do Loreto, e que desde de 2013 era alvo de reivindicações por parte de movimentos sociais, foi desapropriada pela atual gestão municipal em apenas oito meses, após pagamento da quantia de R$ 933,7 mil. A construção do habitacional, que irá beneficiar 256 famílias jaboatanenses, está prevista para iniciar no próximo mês de novembro.

O ato reuniu representantes de diversos movimentos de luta por moradia, a exemplo do Semente Urbana. Após a assinatura, o ofício será encaminhado à 1ª Vara da Fazenda, que dará o aval necessário. O próximo passo é a liberação de R$ 24 milhões, por parte do Ministério das Cidades, para financiamento da obra. O habitacional será entregue em até dois anos para famílias em situação de extrema vulnerabilidade, com renda mensal de até três salários mínimos e beneficiárias do programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades.

De acordo com o prefeito Anderson Ferreira, o município enfrenta grande um déficit habitacional, um problema que, segundo ele, demanda sensibilidade e muito trabalho para ser enfrentado e corrigido.

“Quando assumimos a prefeitura, no início do ano, assumimos, ao mesmo tempo, o compromisso de realizar no município a mudança que o povo tanto espera. Um gestor público que não possui sensibilidade para entender que o direito a uma moradia digna é um dos pilares na construção de sociedade melhor não merece ocupar o cargo de governante. O nosso governo acredita na política como uma excelente ferramenta com capacidade de transformar a vida das pessoas. E não vamos descansar enquanto não diminuirmos o quadro de desigualdade social no município e fazermos do Jaboatão dos Guararapes referência não somente para Pernambuco, mas para todo o Brasil”, assinalou Anderson.

As famílias da comunidade do Loreto lutam pelo direito à moradia desde 2013. Os trâmites, porém, só foram acelerados durante a atual gestão, que assegurou a desapropriação em apenas oito meses de mandato. Com o ofício assinado e o depósito prévio de garantia, no valor de R$ 933.778,44, o processo segue agora para a 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca do Jaboatão dos Guararapes, onde será homologado pelo juiz. A seguir, o Ministério das Cidades deverá liberar os R$ 24 milhões referentes ao orçamento da obra.

Essa é a segunda doação de área para construção de conjuntos habitacionais realizada pela gestão do prefeito Anderson Ferreira. Em julho, a prefeitura já havia doado uma área do município para a construção do Mércia de Albuquerque II, que beneficiará 192 famílias do bairro de Cajueiro Seco.

SEM COMENTÁRIOS