Obras de encostas no Paulista terão recursos do Ministério das Cidades

10
0
COMPARTILHAR

Prefeito Júnior Matuto durante reunião na Caixa Econômica: recursos para obras de encostas no Paulista
O prefeito do Paulista, Junior Matuto (PSB), participou de reunião na superintendência da Caixa Econômica Federal, na Ilha do Leite, área central do Recife, na manhã desta quinta-feira (10.08), para garantir a liberação dos recursos de dois convênios com o Ministério das Cidades, para obras de proteção de encostas nos bairros de Maranguape I, Vila Torres Galvão, Mirueira e Centro da Cidade.

Paulista possuía 25 mil pontos de risco. Nos últimos cinco anos, este número baixou para menos de 18 mil, por conta de obras e ações como a dragagem do Rio Paratibe e a pavimentação de vários canais que cortam a cidade. Outro fator importante ao longo deste tempo, foi um monitoramento permanente destes locais, combinado com ações preventivas da defesa civil municipal, que atua em parceria com os moradores. O resultado positivo é que até o momento não foi registrado nenhum acidente grave nestas áreas.

O secretário de Infraestrutura, Serviços Públicos e Meio Ambiente, Tiago Magalhães afirmou, nesta reunião da Caixa, que não entende porque esses recursos ainda não chegaram aos cofres do município. “Já resolvemos todas as pendências encontradas no passado. De nossa parte, está tudo certo, inclusive os projetos. Não entendemos porque os recursos ainda não foram liberados. È muito tempo que estamos nesta luta. Mas, depois desta reunião, acho que em breve teremos nossa AIO (Autorização do Inicio das Obras)”, declarou Tiago, que participa de mais uma reunião técnica na tarde desta quinta-feira (10.08), com representantes da Caixa, para rever todos os detalhes dos convênios.

O novo diretor de Gestão de Riscos e Reabilitação do Ministério das Cidades Marcos Venicius Monturil afirmou que é determinação do Ministro Bruno Araújo resolver as pendências de convênios municipais como estes. “Estou com a missão de acelerar a resolução de entraves como este. Não vou aqui definir datas, mas em brevíssimo espaço de tempo vamos resolver estas pendências”, adiantou Marcos Venicius.

Junior Matuto saiu da reunião confiante que desta vez vai conseguir o aporte financeiro dos convênios. “Estes convênios são de 2011 e 2012, já foram muitas idas e vindas aqui na Caixa e em Brasília. Mas hoje saio desta reunião animado. Estamos dando mais um crédito de confiança, porque só faz um mês que o novo diretor de Gestão de Riscos assumiu. Ainda estamos contando com a atuação de Isabel Urquisa a nosso favor, que está representando o Ministério aqui no estado e adotamos como madrinha para nos ajudar a desatar esse nó. acreditamos que em breve, nosso amigo Bruno Araújo (Ministro das Cidades) vai estar em Paulista assinando as Ordens de Serviços dessas obras”, concluiu Junior.

SEM COMENTÁRIOS

COMENTE ESTA NOTÍCIA