Recife adota cultura do uso da bicicleta em diversas atividades

55
0
COMPARTILHAR

Bicicultura 2017 aborda tema da ciclomobilidade com atividades culturais, esportivas e políticas no Recife (Foto: Hesíodo Góes/Seturel-PE)
O dia da Independência do Brasil, neste sete de setembro, marcou também uma data importante para as ações de ciclomobilidade no Estado. Desde esta quinta-feira (7), entrou em cena o Bicicultura 2017, o maior encontro nacional de mobilidade por bicicleta e cicloativismo, que está em sua segunda edição e pela primeira vez chega à capital pernambucana. A iniciativa é da sociedade civil e conta com o apoio institucional da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco.

A abertura oficial do evento ocorreu no Teatro do Apolo, com o anúncio de uma série de atividades sob o tema deste ano, “A Revolução das Bicicletas”, em referência à Revolução Pernambucana de 1817 e à comemoração de 200 anos da criação do modal. “Nossa sociedade está cada vez mais voltada para a inserção de novas formas de mobilidade urbana. A inclusão da bicicleta nesse processo é fundamental e nosso objetivo é tornar o modal cada vez mais acessível à população. Eventos como este são importantes para fomentar a ciclomobilidade no nosso Estado”, ressaltou o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras.

Até o domingo (10), o Bicicultura 2017 vai receber representantes de 19 estados brasileiros em uma programação espalhada principalmente pelo Recife Antigo e pelo Parque Santana, em Casa Forte. As iniciativas envolvem apresentações culturais, oficinas, passeios ciclísticos, palestras, rodas de conversa, atividades esportivas (incluindo competições), além de uma mostra de filmes e uma programação voltada para crianças, o Biciculturinha. Os horários das atividades e suas respectivas inscrições, em sua maioria gratuitas, estão no site oficial do evento, o www.bicicultura.org.br.

SEM COMENTÁRIOS