Restaurador de peças históricas ministra oficina em Olinda

32
0
COMPARTILHAR


O destaque foi para a reconstrução e zelo dos monumentos históricos (Foto: Maíra Correia/Prefeitura de Olinda)
Restauradores, engenheiros e o público local estiveram presentes na tarde desta quinta-feira (21.09) no auditório do Museu do Mamulengo, no Varadouro, participando de uma Oficina de argamassa e pintura à cal. O treinamento foi ministrado pelo diretor do Estúdio Sarasá de São Paulo, Antônio Sarasá. O destaque foi para a variedade de produtos trabalhados no Patrimônio de Olinda e suas infinitas variedades de cores.

Antônio Sarasá é considerado um dos maiores conservadores e restauradores do Brasil. O especialista ressaltou que nem só de restaurações se vivem os patrimônios, mas o principal ponto é o zelo que a população e os donos devem ter pelas suas propriedades. “Claro que devemos restaurar o que não está bom, mas a questão de maior importância é o zelo que as pessoas devem ter por essas construções. A preservação e o cuidado são os pontos principais, porque o patrimônio é um sinônimo de amor pelas coisas que construímos, pelas coisas que nossas gerações fizeram”, pontuou.

Os participantes tiraram dúvidas sobre a cal, a composição dela, extração e impactos que traz para o meio ambiente. Vale ressaltar que a cal é um produto muito utilizado desde a época dos gregos para restaurar os tons dos monumentos e edificações históricas. O tombamento destas edificações também foi um ponto abordado por Sarasá.

SEM COMENTÁRIOS