Operilda traz história da música erudita para o Teatro de Santa Isabel

144
0
COMPARTILHAR

Uma bruxinha recebe a missão de contar a história da música erudita brasileira para as crianças em apenas uma hora. Se conseguir, ganha uma orquestra todinha só pra ela. Esse é o enredo do espetáculo Operilda na Orquestra Amazônica, musical que chega ao Teatro de Santa Isabel, equipamento cultural da Prefeitura do Recife, nos dias 13 (domingo), às 16h, e 15 de março (terça-feira), às 15h, com entrada franca ao público. O projeto foi selecionado pelo Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2015/2016 para circular por quatro capitais: Aracaju, Recife, João Pessoa e Natal.

Com direção geral de Regina Galdino, e direção musical do maestro Miguel Briamonte, Operilda (interpretada pela atriz e autora da peça, Andréa Bassitt) convida o público a viajar pelo mundo da música brasileira de uma forma lúdica. Para isso, ela conta com a ajuda de uma camerata de seis músicos eruditos e Livrildo, um livro mágico. Ao longo do espetáculo, Operilda passeia por diferentes ritmos musicais, estilos e compositores para conseguir cumprir a sua tarefa. Tocando ao vivo, os músicos interagem com a plateia e com a personagem principal para mostrar que a música erudita não é uma arte de difícil acesso.

Em cena, Andréa Bassitt se apresenta ao lado dos músicos Elaine Giacomelli (piano), Cássia Maria (percussão), Clara Bastos (contrabaixo), Paula Souza Lima (violino), Joca Araújo (clarinete e flauta) e Joyce Peixoto (trombone). O repertório traz composições de nomes históricos da música erudita brasileira, como Alberto Nepomuceno, Padre José Maurício, Carlos Gomes, Villa-Lobos, Camargo Guarnieri e Guerra-Peixe, e da música popular, como Ernesto Nazareth, Chiquinha Gonzaga, Xisto Bahia e Tom Jobim, além de canções de origens folclórica, africana e indígena brasileiras. O cenário, assinado por Marco Lima, traz referências à Floresta Amazônica com resoluções lúdicas e encantadoras.

Operilda na Orquestra Amazônica é considerado um sucesso de público na região sudeste, onde já realizou cerca de 200 apresentações. Vencedor em 2013 dos Prêmios APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte), como Melhor Musical Infantil, e FEMSA na Categoria Especial pela divulgação da música erudita e folclórica, a divertida montagem conquista a atenção de crianças e adultos.

FICHA TÉCNICA

Texto e pesquisa: Andréa Bassitt

Elenco: Andréa Bassitt, Elaine Giacomelli (piano), Cássia Maria (percussão), Clara Bastos (contrabaixo), Paula Souza Lima (violino), Joca Araújo (clarinete e flauta) e Joyce Peixoto (trombone).

Direção Geral: Regina Galdino

Direção Musical : Miguel Briamonte

Cenário e Adereços: Marco Lima

Fotos: João Caldas Filho

Iluminação: Newton Saiki

Programação Visual: Sato – Casa da Lapa

Realização: Oasis Empreendimentos Artísticos Ltda

SERVIÇO

Operilda na Orquestra Amazônica

Quando: domingo (13), às 16h e terça-feira (15), às 15h.

Local: Teatro de Santa Isabel, Praça da República, s/n – Santo Antônio, Recife

Informações: 3355-3324

Entrada franca: Ingressos devem ser retirados na bilheteria do teatro uma hora antes do espetáculo. O teatro tem acessibilidade para pessoas com deficiência e a peça terá interpretação em libras.

SEM COMENTÁRIOS