Armando Monteiro larga na frente na eleição para governador

116
0
COMPARTILHAR

Armando Monteiro e Lula, dobradinha que pode se repetir em Pernambuco nas eleições de 2018
Com 22 pontos percentuais das intenções de voto para as eleições de governador em 2018, de acordo com pesquisa do Instituto Uninassau divulgado neste final de semana pelo Jornal do Commercio, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) larga na frente na corrida para conquistar a cadeira do governador Paulo Câmara (PSB) no Palácio do Campo das Princesas.

No campo das oposições Armando Monteiro tem expressiva vantagens sobre os outros dois potenciais candidatos, os ministros da Educação, Mendonça Filho (DEM), que ficou com 12% das intenções de voto, e das Cidades, Bruno Araújo, que recebeu no levantamento apenas dois por cento de apoio dos eleitores. Dos três candidatos, só Bruno perde para Paulo Câmara, que teve 6% das intenções de voto.

Estranhamente, essa leitura não é feita pelos organizadores da pesquisa, que de forma ainda mais estranha decidiram que o levantamento que fizeram não aponta preferência do eleitor por este ou aquele candidato. E que apesar dos 22% de Armando sobre os 6% de Paulo, “o governador não tem forte opositor”, como escreveu Adriano Oliveira na secão de artigos do jornal.

Não se pode brigar com os números. Se somados os 22% de Armando aos 14% de Mendonça Filho e Bruno Araújo, as oposições teriam, se as eleições fossem hoje, uma vantagem de 28 pontos percentuais. Para consolidar essa vantagem e chegar com ela até as eleições de outubro de 2018, basta que as oposições se entendam.

Como não tem amador nesse jogo, o mais provável é que eles se entendam. No campo do Governo, também só há profissionais que certamente deixarão o esperneio contra a pesquisa de lado e tentarão encontrar um rumo para Paulo Câmara chegar ao final do seu mandato de tal forma que, se não recuperar a necessária popularidade para ser candidato à reeleição, também não inviabilize uma candidatura alternativa do PSB para continuar governando Pernambuco.

Voltando a Armando Monteiro, o senador deu provas neste domingo (02) que é sim um forte opositor do governador Paulo Câmara ao eleger Célia Sales, candidata do seu partido, o PTB, para a Prefeitura de Ipojuca, onde estão Porto de Galinhas e o Complexo Industrial e Portuário de Suape, os mais importantes polos de turismo e industrial do Estado.

Nunca é demais lembrar que via Armando Monteiro, Célia Sales teve o apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em sua breve campanha eleitoral. E o apoio que Lula deu a Célia não faltará a Armando, ex-ministro da Indústria e Comércio Exterior no governo da presidenta Dilma Rousseff. Se for novamente candidato a presidente no ano que vem, cada voto que Lula receber em Pernambuco, onde segundo o Uninassau tem 65% das intenções de voto, com muita probalidade vai cair em duplicata nas urnas de Armando Monteiro.

Geraldo Seabra Filho
Editor do Correio do Grande Recife

[email protected]

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCodevasf cria quatro Unidades de Conservação na Caatinga
Próximo artigoEmpetur leva turismo de Pernambuco à Feira WTM

SEM COMENTÁRIOS