Atentados na Bélgica deixam 26 mortos e mais de 130 feridos

177
0
COMPARTILHAR

Pelo menos 26 pessoas morreram e 136 ficaram feridas nas explosões de hoje (22) de manhã no Aeroporto Zaventem e na estação de metrô de Maelbeek, em Bruxelas, na Bélgica, segundo novo balanço provisório das autoridades.

No aeroporto, 11 pessoas morreram e 81 ficaram feridas, segundo números confirmados pela ministra da Saúde, Maggie De Block, à televisão pública RTBF.

Na estação do metrô, pelo menos 15 pessoas morreram e 55 ficaram feridas, entre elas 10 em estado grave.

Duas explosões, uma delas “provavelmente causada por um ataque suicida” segundo o procurador belga, foram registradas no aeroporto e outra na estação de metrô de Maelbeek.

Segurança reforçada

A Holanda reforçou as medidas de segurança nos aeroportos e fronteiras terrestres, em especial com a Bélgica, após as explosões de hoje (22) em Bruxelas, anunciaram os serviços antiterrorismo holandeses.

“Adotamos medidas suplementares por precaução”, informaram os serviços, em mensagem divulgada na internet. “Isso significa patrulhas suplementares da polícia em Schiphol [aeroporto], Roterdã e Eindoven, assim como controles reforçados na fronteira sul [com a Bélgica]”, diz a mensagem.

Duas explosões foram registradas hoje de manhã, no Aeroporto Internacional de Zaventem, em Bruxelas, deixando um número ainda indeterminado de vítimas. Uma explosão ocorreu também em uma estação de metrô da capital, próximo das instituições europeias, informou uma fonte da transportadora à agências France Presse.

O aeroporto britânico de Gatwick, em Londres, também reforçou a segurança. “Por causa dos terríveis incidentes em Bruxelas, aumentamos a nossa presença de segurança e as patrulhas em torno do aeroporto”, disse um porta-voz da administração.

A Polícia Federal alemã já reforçou a segurança no Aeroporto Internacional de Frankfurt, o de maior tráfego do Continente Europeu,

Em Paris, as autoridades aumentaram as medidas de controle no Aeroporto Charles de Gaules, o maior da capital francesa.

Estado Islâmico

O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou os atentados que sacudiram a capital da Bélgica, Bruxelas, nesta terça-feira (22). A informação é da agência italiana Askanews que cita fontes do próprio grupo terrorista.

Da agência Lusa

SEM COMENTÁRIOS