Aumenta violência contra idosos em Pernambuco

60
0
COMPARTILHAR

Pedro Eurico: “Hoje, a população idosa se destaca como um dos grupos mais agredidos e violentados”.
Desde a realização da campanha de prevenção à violência contra a pessoa idosa, no último mês de junho, o Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência Contra a Pessoa Idosa (CIAPPI) registrou um aumento no número de denúncias de violações de direitos humanos. São casos de abuso financeiro, negligência, maus tratos, abandono, entre outros. Os dados ficam evidentes se comparados com os meses anteriores. De janeiro e maio, o Centro contabilizou 115 novos casos, mas só nos meses junho e julho foram registrados 161 casos.

Secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico explica que a intensificação de políticas públicas que assegurem as garantias desse público é uma das prioridades do governador Paulo Câmara. “Hoje, a população idosa se destaca como um dos grupos mais agredidos e violentados, no que tange aos Direitos Humanos, mas isso não pode ser combatido apenas pelos governantes. Os familiares, vizinhos, líderes comunitários, precisam se engajar para que possamos avançar no amparo aos idosos” acrescenta.

Coordenadora do CIAPPI, Sandra Jucá explica o crescimento do número de denúncias. “A campanha estimula a sociedade a romper a barreira do silêncio, levando-os a promover a denúncia e, com isso, possibilitar o enfrentamento a violência e a promoção de direitos”, explica. O CIAPPI, programa em atividade na Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), através da Executiva de Direitos Humanos (SEDH), atua na apuração das denúncias, encaminhamento dos casos para os órgãos competentes, além do acompanhamento da resolução.

A equipe multidisciplinar do CIAPPI, formada por advogados, assistentes sociais, psicólogos e apoios administrativos tem dado continuidade as visitas de apuração dos casos em diversas cidades da Região Metropolitana do Recife e do Interior do Estado. Os casos de violações confirmados foram notificados à Delegacia do Idoso, ao Ministério Público dos municípios e, ainda, encaminhados às demais instituições que integram a rede de proteção da pessoa idosa.

BALANÇO SEMESTRAL

No primeiro semestre o CIAPPI realizou fiscalizações em parceria com o Procon Pernambuco, Corpo de Bombeiro de Pernambuco, Ministério Público (MP), Vigilância Sanitária, resultando na interdição de 2 (duas) ILPI’s e encerramento total da atividades de 1 (uma) ILPI, na Região Metropolitana do Recife. O Centro também tem feito o encaminhamento dos casos de irregularidades e/ou violações de direitos contra a pessoa idosa para o MP.

O Centro também realizou ações formativas através de palestras, oficinas e rodas de diálogo para debater sobre o empoderamento e os direitos da pessoa idosa, envelhecimento digno e ativo. O CIAPPI também promoveu ações de promoção de direitos voltadas para população idosa, com prestação de serviços gratuitos como corte de cabelo, aferição de pressão, avaliação nutricional, emissão de documentação civil e carteira do idoso, entretenimento, entre outros.

SEM COMENTÁRIOS