Empossado o novo chefe da segurança pública de Pernambuco

102
0
COMPARTILHAR

Paulo Câmara empossa Antônio de Pádua como
novo secretário de Defesa Social (Foto: Wagner Ramos/SEI)
O governador Paulo Câmara empossou, nesta sexta-feira (30), no Recife, o novo secretário de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE), Antônio de Pádua. O novo chefe da segurança no Estado substitui o delegado federal Angelo Gioia, que se afastou do cargo por questões pessoais. Pádua esteva à frente da corregedoria geral da SDS desde janeiro deste ano. A cerimônia, realizada do Palácio do Campo das Princesas, contou com a presença de secretários de Governo, além de diversas autoridades políticas e das forças policiais do Estado.

““A gente não pode aceitar de maneira nenhuma que a violência continue trazendo tantos transtornos ao povo pernambucano. O secretário Antônio de Pádua vem com a certeza de que terá o apoio necessário, como teve o secretário Angelo, para a continuidade de um trabalho que a gente acredita que vai render muitos frutos em favor da paz de Pernambuco. Eu desejo a Pádua muito sucesso, porque competência ele já demonstrou ao longo de sua carreira, e por isso foi escolhido. E me despeço de Angelo agradecendo pelo trabalho profissional e bem planejado que ele, com sua experiência, realizou nos últimos meses à frente da SDS””, destacou o governador.

Assumindo oficialmente a Secretaria de Defesa Social a partir de hoje, o secretário Antônio de Pádua agradeceu ao governador pela confiança depositada ao nomeá-lo para o cargo e garantiu à população pernambucana que se dedicará com o mesmo empenho de toda a equipe no enfrentamento à criminalidade. ““O Dr. Angelo construiu um trabalho muito bem feito nos alicerces da nossa nova política de segurança pública, e nós vamos continuar atuando, com muita determinação, juntos com os comandos das Policias Militar, Civil, Científica e com o Corpo de Bombeiros para combater a violência em Pernambuco””, disse.

Angelo Gioia se despediu da equipe, agradecendo pelo apoio e a boa receptividade que recebeu dos pernambucanos. ““Volto para o Rio de Janeiro (sua cidade natal), mas deixo parte do meu coração aqui, em Pernambuco, onde fiz muitos amigos. E vou com a certeza de que as bases do planejamento estão consolidadas. O governador sempre nos ofereceu o apoio e nos comandou com firmeza, dando todo o suporte para avançarmos. E não só falo isso como secretário, mas como homem de polícia: em um País de tantas mazelas, de tantas dificuldades, Pernambuco está de pé, porque tem uma liderança preocupada com a população””, declarou Gioia, completando: “Pádua é um pernambucano competente e esforçado. A pasta está muito bem representada””.

Ângelo Gioia deixa a a pasta das segurança sem ver os resultados dos investimentos feitos pelo Governo do Estado pra reduzir a violência em Pernambuco, que só recrudesceu desde que o ex-secretário assumiu o cargo, em outubro do ano passado, notadamente no número de homicídios. Mês a mês, esse número foi crescendo: novembro, 406; dezembro, 472; janeiro, 478; fevereiro, 496; março, 550; abril, 514 e maio, 457. Os números de junho só serão conhecidos dentro de 15 dias.

Em sua gestão, Gioia também enfrentou movimentos grevistas disfarçados de “operação padrão” de policiais civis e militares, para os quais conseguiu melhorias salariais junto ao governo estadual. O secretário puniu policiais que se desviaram de sua função e expulsou dos quadros da Polícia Militar por quebra de hierarquia o cabo Alberisson Carlos, presidente da Associação de Cabos e Soldados da corporação, entidade com a qual teve diversos embates.

RESULTADOS

Sobre os investimentos no setor, o governador destacou que o planejamento já está dando resultados. “A gente não tem ainda os números fechados do mês de junho, mas tudo indica que teremos números melhores do que nos meses anteriores. Ou seja, estamos fechando o primeiro semestre melhor do que iniciamos. Temos um plano de investimentos de R$ 290 milhões para a segurança, novos policiais militares e civis reforçarão o efetivo nas ruas no segundo semestre, já fizemos cerca de 900 prisões nos seis primeiros meses deste ano e ainda é possível intensificar isso. Vamos continuar trilhando esse caminho com muita dedicação, com responsabilidade e com o apoio de todos os poderes envolvidos, para que consigamos restabelecer a paz no nosso Estado”, disse.

PERFIL DO NOVO SECRETÁRIO

Antônio de Pádua Vieira Cavalcanti é recifense, casado, nasceu em 27 de junho de 1977. Pádua é Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE/2002). Pádua integrou o Ministério Público de Pernambuco, como oficial de Promotoria, entre os anos de 2000 e 2003. Em 2003, assumiu o cargo de delegado da Polícia Federal. Desde o último mês de janeiro, ocupava a Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social. Como delegado da PF, exerceu:
– Chefia da Delegacia de Entorpecentes da Polícia Federal em Pernambuco (2004/2005);
– Coordenadoria de Operações de Erradicação de Maconha no interior do Estado de Pernambuco entre (2004/2005), a chefia do Setor de Inteligência da Policia Federal em Pernambuco (2006/2010),
– Chefia da Delegacia de Imigração em Pernambuco (2010/2015), a chefia da Delegacia de Policia Marítima (2011);
– Coordenadoria Regional Adjunta de Segurança para Copa das Confederações em 2013;
– Coordenadoria Regional Adjunta de Segurança para Copa do Mundo em 2014;
– Coordenadoria da Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos e Vias Navegáveis em Pernambuco (2011/2015);
– Responsável pelo Grupo de Repressão a crimes cibernéticos – GRCC em 2015/2016;
– Coordenadoria Setorial para Olimpíadas Rio 2016;
– Chefe Regional da Interpol no Estado de Pernambuco em 2015/2016;
– Chefe da Delegacia de armas e produtos químicos (2016/2017).

SEM COMENTÁRIOS