Estado começa a restaurar 29 km da PE-103 entre Bonito e Bezerros

188
0
COMPARTILHAR

A obra terá duração de 12 meses e investimento de R$ 19 milhões (Foto: Roberto Pereira/SE)
A obra terá duração de 12 meses e investimento de R$ 19 milhões (Foto: Roberto Pereira/SE)
O Governo do Estado iniciou, nesta terça-feira (31), a restauração de 29 quilômetros da PE-103, no trecho entre os entroncamentos da PE-109, em Bonito, e da BR-232, em Bezerros. O governador Paulo Câmara foi a Bonito autorizar o começo da obra, que terá duração de 12 meses a partir de um investimento de R$ 19 milhões.

Nos últimos oito anos, o Estado já recuperou mais de dois mil quilômetros da malha viária pernambucana. Há dez dias, o governador esteve em Sertânia para autorizar a construção do contorno rodoviário do município. A obra terá 7,5 quilômetros de extensão e representará um aporte de R$ 14,9 milhões, com prazo de 18 meses para a conclusão. Paulo Câmara também inaugurou, no mesmo ato, a recuperação de 35,6 quilômetros da PE-280, que liga Sertânia à Custódia.

O chefe do Executivo pernambucano destacou os avanços que serão garantidos com a restauração da PE-103. “Essa obra vai melhorar a qualidade de vida da população, diminuindo o tempo de viagem entre os dois municípios, o que resultará em uma melhora para o comércio da região. Vamos continuar o que Eduardo começou há oito anos; estamos no caminho certo do desenvolvimento econômico e social. É assim que vamos governar, dialogando e ouvindo as prioridades de cada local”, ressaltou o governador, lembrando que o Todos por Pernambuco chegará ao Agreste na próxima semana.

A restauração da PE-103 é um pleito antigo da população. Seu início já havia sido autorizado, mas a empresa que venceu a licitação não chegou a começar a obra. “Nós vamos fiscalizar e garantir que a intervenção seja finalizada, pois essa é a necessidade do povo”, assegurou o secretário estadual de Transportes, Sebastião Oliveira.

UPE

Antes da solenidade, o governador visitou o Colégio Municipal Paulo Vianna de Queiroz, que foi reformado e ampliado para receber no futuro um campus da Universidade de Pernambuco (UPE). Câmara adiantou que uma frente de trabalho para a implantação da universidade no município começará a atuar de imediato. “A escola está com todas as condições para receber o novo campus da UPE e nós vamos trabalhar para implantar”, explicou.

BARRAGENS

Após visitar a barragem Capim Frio, no município de Bom Jardim, na última sexta-feira (27), o secretário de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco, Nilton Mota, seguiu para mais dois municípios do Agreste Setentrional para autorizar a execução dos serviços de ampliação de barragens.

As outras duas cidades contempladas foram Santa Maria do Cambucá e Vertentes. A ação tem o objetivo de levar água potável para população da zona rural. “Vamos aprimorar as barragens desses municípios a fim de ofertar melhores condições de vida aos moradores da região, proporcionando o avanço tanto no bem estar das famílias em suas residências, quanto na produção e na renda dos produtores rurais” destacou Mota.

SEM COMENTÁRIOS