Sport é goleado pelo Tricolor Gaúcho e irrita Luxemburgo

108
0
COMPARTILHAR

Irreconhecível em campo, o Sport foi dominado pelo Grêmio em Porto Alegre e caiu para a décima-primeira colocação. (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)
Em jogo único neste sábado, o Sport sofreu uma goleada por 5 a 0 do Grêmio, em Porto Alegre, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com resultado, o Leão permaneceu com 29 pontos, mas caiu para a décima-primeira colocação. Já o Tricolor Gaúcho segue na vice-liderança do torneio, com 43 pontos, e diminui a vantagem do líder Corinthians para sete pontos de diferença.

Com atuação destacada, o lateral Edílson, que completou 100 jogos pelo Tricolor, marcou um dos gols da partida e, em uma linda jogada individual, deu assistência para o garoto Everton marcar o segundo. Além deles, Fernandinho marcou duas vezes e fez uma assistência para o garoto Dionathã marcar.

No estádio, algumas presenças ilustres. O atacante Pedro Rocha, vendido ao Spartak-RUS, e o volante Cristian, do Corinthians, que deve ser anunciado pelo Grêmio, assistiram à partida no camarote. No intervalo do jogo, Pedro Rocha foi ao gramado, junto ao pai Jessé, para se despedir da torcida gremista.

O Grêmio entrou em campo com quatro desfalques no time titular. Os atacantes Luan e Lucas Barrios estão defendendo as suas Seleções nacionais nas Eliminatórias da Copa do Mundo. Já o zagueiro Pedro Geromel ainda se recupera de uma lesão.

No Sport, o técnico Vanderlei Luxemburgo iniciou o confronto com o Everton Felipe no banco. O jogador esteve prestes a sair do clube pernambucano e o treinador acredita que o atleta não esteja com a cabeça 100% no jogo. Além disso, o comandante promoveu a estreia de Wesley no time.

O JOGO

As duas equipes começaram o duelo errando muitos passes. Aos poucos o time gaúcho ia se soltando na partida, enquanto o Sport explorava os contra-ataques com o trio Diego Souza, Osvaldo e André.

Aos 11 minutos, em cobrança de falta, Edílson tentou direto, mas a bola subiu muito, sem muito perigo ao gol defendido por Magrão. Quatro minutos depois, após escanteio, Magrão afastou da área e Everton arriscou um chute rasteiro. Contudo, o goleiro rubro-negro defendeu com tranquilidade.

O Grêmio abriu o marcador aos 19 minutos. Em lance individual, Fernandinho foi derrubado na meia-lua da entrada da área. Edílson foi para a cobrança e mandou um foguete no canto de Magrão, sem chances para o arqueiro.

A resposta do Sport veio com André. De fora da área, o atacante arriscou um chute rasteiro, mas Marcelo Grohe defendeu.

Aos 25 minutos, Magrão fez milagre. Em bela troca de passes gremista, Everton ficou cara-a-cara com o goleiro, que fechou o ângulo. O atacante finalizou, mas o arqueiro salvou o Sport de levar o segundo.

Dois minutos depois, Fernandinho recebeu na esquerda e chutou cruzado. A bola passou por toda a área, mas ninguém apareceu para empurrar para o gol e saiu para tiro de meta.

O Grêmio chegou ao segundo gol ainda na primeira etapa. Em belo lance pela direita, o lateral Edílson passou por dois marcadores, dando meia-lua, invadiu a área e tocou para trás. O atacante Everton chegou batendo de primeira com a canhota para balançar as redes adversária.

SEGUNDO TEMPO

O Sport voltou com alterações para a segunda etapa. O técnico Vanderlei Luxemburgo colocou Patrick e Everton Felipe nos lugares de Anselmo e Osvaldo, respectivamente. Já, o Grêmio retornou ao gramado sem alterações na equipe.

Em boa chegada, aos quatro minutos, o estreante Wesley recebeu a bola na direita da entrada da área. Com a canhota, o volante arriscou um chute forte cruzado, mas a bola acabou subindo mais que o esperado, passando perto do lado direito do travessão.

Aos 15 minutos, em contra-ataque armado por Diego Souza, os jogadores do Sport trocaram passes na entrada da área até o atacante André arriscar uma finalização. O chute saiu fraco e Marcelo Grohe defendeu.

O Grêmio ampliou o placar aos 22 minutos. No lance, Ramiro foi derrubado dentro da área por Samuel Xavier. O árbitro demorou, mas assinalou a penalidade. Na cobrança, Fernandinho mandou com muita força, de canhota, no canto direito de Magrão. O goleiro chegou a tocar na bola, mas não foi o suficiente para impedir a bola de entrar.

Dois minutos depois, Fernandinho marcou o quarto gol da partida. Após receber belo lançamento na esquerda, Ramiro, de cabeça, tocou de primeira para área e Fernandinho, também de cabeça, mandou para o fundo das redes.

Aos 32 minutos, quase que saiu mais um gol. Em bela jogada, o garoto Patrick tocou para Fernandinho e recebeu de volta. Então, o meia iniciou uma jogada individual, carregou a bola até a meia lua da grande área e chutou no canto esquerdo de ataque gremista. O goleiro Magrão apenas ficou olhando a bola tirar tinta da trave.

O quinto gol gremista veio aos 38 minutos. O atacante Fernandinho recebeu na esquerda e protegeu a bola até encontrar o garoto Dionathã livre na entrada da área. O jogador dominou, ajeitou o corpo e concluiu rasteiro no canto direito, sem chances para Magrão, fechando o placar.

O Grêmio volta a campo no próximo sábado, às 18h (de Brasília), no estádio São Januário, contra o Vasco. O confronto deve ocorrer com portões fechados. No domingo, às 16h (de Brasília), o Sport enfrenta o Avaí na Ilha do Retiro. As duas partidas são válidas pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 5 X 0 SPORT

Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data: 02 de setembro de 2017, sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Público: 19.295 (17.518 pagantes)
Renda: R$ 595.667,00
GOLS
GRÊMIO: Edílson, aos 19 minutos, e Everton, aos 34 minutos do primeiro tempo; Fernandinho, aos 22 e 24 minutos, Dionathãn, aos 38 minutos do segundo tempo
CARTÕES AMARELOS
GRÊMIO: Bruno Cortez
SPORT: Ronaldo Alves, Sander, Samuel Xavier, Diego Souza

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Bressan, Kannemann e Cortez; Arthur, Michel, Ramiro (Dionathã), Léo Moura (Patrick) e Fernandinho; Everton (Beto Da Silva).
Técnico: Renato Portaluppi

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Henríquez e Sander; Anselmo (Patrick), Rithely, Wesley (Lenis), Diego Souza e Osvaldo (Everton Felipe); André.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

DERROTA IRRITA LUXEMBURGO

Luxemburgo não escondeu a insatisfação após a derrota por 5 a 0 para o Grêmio (Foto: Williams Aguiar/Sport)
Extremamente irritado com a goleada sofrida pelo Sport diante do Grêmio, em Porto Alegre, neste sábado, o técnico Vanderlei Luxemburgo soltou o verbo contra alguns de seus comandados. Sem citar nomes, detonou a passividade dos jogadores após a derrota por 5 a 0 e pediu desculpas ao torcedor.

“Queria dizer para o torcedor do Sport que a vergonha que estou é o sentimento que o torcedor deve estar. Porque o que fizemos dentro de campo hoje não corresponde. No próximo jogo eu vou levar comigo jogadores que podem não ser bons tecnicamente, mas que sintam a derrota”, declarou.

Luxemburgo ressaltou que, diante de um prejuízo doloroso como o deste sábado, a diretoria do Sport tem duas opções. “A diretoria tem duas opções. Se achar que deve trocar o técnico, faz parte do futebol e não seria a primeira vez que isso aconteceria no Sport. Seria mais um técnico a cair, com os mesmos jogadores”, apontou, comparando a situação atual do Leão da Ilha com a do ano passado, em que grande parte do elenco esteva presente.

“Se a diretoria entender de uma forma diferente, me coloco à disposição para renovar meu contrato para o ano que vem. Mas eu só vou levar comigo os jogadores que podem não ser bons, mas vão sofrer e se doar cem por cento. Não jogadores com atuações pífias como a de hoje”, completou.

A cinco jogos sem vencer, o Sport não vive uma boa fase no Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro pernambucano deixou de estar na cola dos líderes e, com 29 pontos, se encontra na metade da tabela. Não à toa, a zona de rebaixamento se tornou uma das pautas da entrevista de Luxemburgo, visto que apenas quatro pontos separam o Leão do Z4.

SEM COMENTÁRIOS