Pernambuco fará este ano um São João livre de racismo

28
0
COMPARTILHAR

Atividades buscam desconstruir intolerância religiosa sob outro olhar
Festejos juninos sem intolerância religiosa. É com este objetivo que a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, sob a gestão do secretário Roberto Franca, promove a Campanha São João sem Racismo. Idealizada pela Coordenadoria de Igualdade Racial, que integra a Executiva de Segmentos Sociais (SESES), dirigida pelo secretário executivo Sérgio Moura, a campanha terá uma agenda diversificada, para trabalhar a desconstrução do racismo e ​da intolerância religiosa. A atividade, que está na segunda edição, terá distribuição de material gráfico, além de postagens nas mídias digitais.

Recife, Paulista e Caruaru terão muitas atividades. No dia 21 de junho, a programação acontecerá no Sítio da Trindade (Grande Recife), a partir das 18h, onde será realizado o “Culinário de Terreiro”; dia 30, a capital será palco da já conhecida Festa do Fogo, que acontece no Pátio de São Pedro, às 18h. Paulista contará com atividades durante todo o mês. Caruaru fará a queima de uma fogueira em alusão a Xangô. Durante as atividades, a população fará degustação gratuita de comidas típicas do Ciclo Junino, que fazem referência às religiões de matriz africana, onde o São João tem sincretismo com o Orixá Xangô, também relacionado ao elemento fogo.

Mungunzá, caruru, beguiri, amalá, arroz doce, acará, acaçá branco, angu, pamonha, tapioca ensopada, vatapá, xinxim de galinha, milho cozido, tapioca, bolo de fubá, cuscuz branco, canjica e bolo de milho fazem parte das iguarias que serão ofertadas aos visitantes, por representantes de Povos de Terreiros, com informações sobre o conceito de cada prato. O público também poderá aprofundar os conhecimentos deste festejo através das danças e músicas tradicionais nas religiões de Matriz Africana.

O São João sem Racismo, presente na agenda oficial de atividades da SDSCJ, também prevê que o povo pernambucano conheça a Lei 10.639, que propõe a inserção da cultura africana na educação e a implementação do Plano de Promoção da Igualdade Racial, reconhecido e assinado por decreto pelo governador Paulo Câmara, em 2015.​

Proteção às crianças

Municípios do Agreste pernambucano receberam uma oficina sobre ações de proteção e prevenção às crianças nos grandes eventos juninos. A atividade, realizada nesta sexta-feira (09/06)
​em Bezerros, foi promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), sob a gestão do secretário Roberto Franca.

O Programa Atenção Redobrada​, da SDSCJ, apresentou o plano de estratégias e ações de prevenção em três eixos principais: o enfrentamento ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes; enfrentamento ao trabalho infantil; e enfrentamento à venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos. A ação visa incentivar os municípios a instalarem serviços de proteção nos eventos.

A coordenação é da Secretaria Executiva de Políticas para a Criança e Juventude, dirigida por João Suassuna, por meio da Gerência de Políticas para a Criança, comandada por Macdouglas de Oliveira, em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

Participaram integrantes de Bezerros, Gravatá, Sairé e São Joaquim.​

SEM COMENTÁRIOS