Governador define apoio ao comércio da Mata Sul e Agreste

76
0
COMPARTILHAR

Prorrogação de pagamento do ICMS e oferta de linha de financiamento para comerciantes formais e trabalhadores da agricultura familiar foram medidas acertadas durante encontro (Foto: Roberto Pereira/SEI)
O governador Paulo Câmara recebeu, nesta quarta-feira (31.05), a bancada estadual com o objetivo de apresentar a realidade dos municípios da Zona da Mata Sul e do Agreste, atingidos por fortes chuvas nos últimos dias, e as ações que vêm sendo feitas pelo Governo de Pernambuco desde 2010, ano da primeira enchente, na região. Durante a reunião, realizada no Palácio do Campo das Princesas, os deputados elogiaram a atuação do governo e fizeram sugestões no esforço de minimizar os prejuízos materiais causados à população, sobretudo para comerciantes e agricultores.

Líder do Governo na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Isaltino Nascimento explicou que a sugestão dos parlamentares de prorrogar o prazo de pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), para os comerciantes formalizados foi aceita por Paulo Câmara. “O governador já autorizou o secretário da Fazenda e afirmou que um decreto deverá ser publicado destacando a prorrogação. Tudo isso, no esforço de minimizar as perdas dos comerciantes”, esclareceu.

Já para os pequenos comerciantes, os deputados estaduais propuseram uma linha de financiamento para atendê-los. “Vamos entrar em contato com a Agência de Fomento do Estado de Pernambuco e com o Banco do Nordeste, como foi feito em 2011, para ajudar não somente os comerciantes dos municípios atingidos, mas quem teve perdas nas lavouras, os agricultores familiares”, detalhou Isaltino.

Outra sugestão dos parlamentares é buscar construir uma relação com as instituições religiosas de modo que elas possam contribuir com esse momento difícil por que passam as regiões do Estado. “A ideia é que as igrejas possam receber as informações e dar orientações, além de realizar mutirões de assistência”, explicou.

“Os deputados que participaram e foram ‘in loco’ conhecer os Escritórios Locais teceram elogios à atuação do governo”, afirmou, acrescentando que todos se colocaram à disposição para estar presentes e contribuírem na orientação diante desse momento de dificuldade por que os municípios passam. Durante a reunião, o governador Paulo Câmara também solicitou aos parlamentares que sejam difusores das notícias e que auxiliem no combate aos boatos.

BALANÇO – Nesta quarta-feira (31.05), subiu para 31 os municípios atingidos pelas chuvas. Além dos 24, onde já foram decretados estado de Emergência, foram incluídas as cidades de São Joaquim do Monte, Altinho, São José da Coroa Grande, Cupira, Escada, Bonito e Gravatá, pelas fortes chuvas registradas nesta manhã. O número de desalojados chega a 39.725 e o de desabrigados é de 3.560.
O Governo de Pernambuco ainda deu continuidade à entrega de donativos, visando minimizar o sofrimento e o prejuízo causados pelas fortes chuvas que vêm assolando a Mata Sul e o Agreste do Estado. Ao todo, foram entregues, nesta quarta-feira (31.05), 33 toneladas de alimentos, 11 mil litros de água, 4 toneladas de kits de higiene e limpeza, 5 toneladas de roupas e 1.030 kits dormitórios.

Os itens estão abastecendo as cidades em que foram decretados estado de Emergência. São elas Caruaru, Ipojuca, Joaquim Nabuco, Jurema, Lagoa dos Gatos, Primavera, Quipapá, Sirinhaém, Tamandaré, Xexéu, Belém de Maria, Gameleira, Palmares, Amaraji, Maraial, Ribeirão, Cortês, Barra de Guabiraba, São Benedito do Sul, Rio Formoso, Catende, Água Preta, Jaqueira e Barreiros.

Uma nova fase de limpeza e desobstrução de estradas para acesso a distritos e escolas que estejam isolados teve início com a chegada de maquinários. Além disso, para reforçar a assistência na Mata Sul do Estado, o Hospital de Campanha começará a ser montado nesta quinta-feira (01.06). A expectativa é de que, além de atender o município de Rio Formoso, o equipamento dê assistência às cidades vizinhas que precisarem de atenção. Ao todo, cerca de 250 atendimentos serão realizados por dia após a instalação da estrutura pelo Exército.

SEM COMENTÁRIOS