Orçamento de Jaboatão em 2018 prevê receita de R$ 1,2 bilhão

39
0
COMPARTILHAR

Orçamento da Prefeitura de Jaboatão para 2018 deve ser de R$ 1,2 bilhão. ​(Foto: Chico Bezerra/PJG)
A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes apresentou, nesta quinta-feira (10), durante audiência pública realizada na Câmara de Vereadores, o projeto que trata da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2018, primeira peça orçamentária e de cumprimento de metas fiscais da gestão do prefeito Anderson Ferreira. A proposta da LDO foi apresentada pelos secretários municipais da Fazenda e de Planejamento e Gestão, Cesar Barbosa e Paulo Lages, respectivamente. Ao detalhar as metas orçamentárias para o próximo ano, Barbosa ressaltou que será mantido o foco nas áreas da Educação, Saúde, Infraestrutura e Assistência Social, setores que são tidos como pilares pela atual gestão.

Barbosa reiterou, ainda, que a previsão é de uma receita total orçamentária para o próximo ano é de cerca de R$ 1,2 bilhão, verba que, segundo ele, continuará a ser empregada de forma inteligente e consciente, “assim como temos feito desde que assumimos a administração municipal”.

“A política de austeridade econômica implantada pelo prefeito Anderson Ferreira tem rendido resultados excelentes para o município, a exemplo do aumento de quase R$ 11 milhões [cerca de 28%] na arrecadação do IPTU entre os meses de janeiro a junho, em comparação com o mesmo período do ano passado. Outro exemplo que atesta o sucesso da nossa política econômica é a nossa expectativa de superávit real para este ano, de 2% a 3%. Ou seja, em termos de receita, Jaboatão é destaque nos cenários estadual e nacional, por estar posicionado fora da curva de uma crise econômica que assola o País”, afirmou o secretário.

A LDO segue agora para apreciação da Comissão de Orçamento da Câmara Municipal. Após a análise do projeto e demais trâmites, a peça deverá ser devolvida ao Poder Executivo, que, em seguida, irá elaborar a Lei Orçamentária Anual (LOA), que define como os recursos públicos serão executados ao longo do próximo ano.

SEM COMENTÁRIOS