Senador elogia ação da PF contra filhos de Romero Jucá

22
0
COMPARTILHAR

Telmário Mota: elogio à ação da PF contra família de Jucá (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)
O senador Telmário Mota (PTB-RR) elogiou em Plenário nesta segunda-feira (2) os responsáveis pela Operação Anel de Giges, realizada na última quinta-feira, autorizada pela Justiça Federal. A Polícia Federal efetuou prisões, cumpriu mandados de busca e apreensão e conduziu investigados para depor em Roraima filhos e enteados do senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo no Senado.

Segundo o senador, magistrados que tomam decisões contra o que ele chamou de “quadrilha de políticos” estão sendo denunciados ao Conselho Nacional de Justiça por abuso de autoridade.

Para Telmário, há políticos em Roraima que se consideram donos do estado, humilham juízes e tentam mandar em desembargadores. O senador destacou os principais pontos da operação da última semana.

— A juíza Ana Emilia deu o endereço e a PF levou sob condução coercitiva as seguintes pessoas: o ex-deputado Rodrigo Jucá e sua irmã Marina Jucá, além de Ana Paula e Luciana Surita, filha da atual prefeita Teresa Surita, filha da capital Boa Vista, cujo marido foi preso em flagrante por posse ilícita de um fuzil de caça 762 — afirmou Telmário.

Internação

Em nota à imprensa, a assessoria do senador Romero Jucá (PMDB-RR) informou que o parlamentar foi internado ontem (1º) no Hospital Unimed de Boa Vista com febre alta e suspeita de apendicite. Após exames, foi diagnosticada uma diverticulite. Ainda segundo a nota, o senador está medicado e fará exames complementares.

Da Agência Senado

SEM COMENTÁRIOS