Cabo vai cortar gastos para garantir aumento de salários

164
0
COMPARTILHAR

Lula Cabral: corte de gastos para garantir pagamento de salários
Lula Cabral: corte de gastos para garantir pagamento de salários
A Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho anunciou nesta segunda-feira (23) que a partir de fevereiro adotará o plano de contigenciamento de gastos. A medida vai atingir as secretarias municipais e demais órgãos. O corte dos gastos é para fazer frente à folha salarial do município, que sofreu aumento superior a 22% nos vencimentos do prefeito, seu vice e dos secretários municipais.

De acordo com lei aprovada no ano passado pela Câmara dos Vereadores e sancionada pelo ex-prefeito Vado da Farmácia no dia 9 de dezembro, o salário do prefeito pulou de R$ 17,8 mil para R$ 25 mil, e o do vice-prefeito e dos secretários municipais de R$ 10,8 mil para R$ 13 mil. Em vigor a partir de janeiro, os reajustes vão aumentar em R$ 400 mil por mês a folha da cúpula da Prefeitura.

Um comitê gestor, composto por membros de várias secretarias, será criado para garantir o funcionamento das novas medidas. O plano de contigenciamento prevê a redução de despesas com telefonia, energia elétrica, combustível, passagens, manutenção da frota, diárias, serviços terceirizados e locação de imóveis.

OUTRAS AÇÕES

Entre as primeiras ações adotadas pelo prefeito Lula Cabral, ao assumir o cargo no começo deste mês, foi a retirada de carros oficiais para uso do secretariado, o que vai gerar uma economia de R$ 5 milhões nos quatro anos de governo.

A Prefeitura também reduziu em 30% o número de cargos comissionados. Essa medida permitirá uma economia ainda mais significativa para os cofres públicos: R$ 21,6 milhões.

Ana Cristina Lima

SEM COMENTÁRIOS