Aceleração LabSonica: inscrições vão até dia 31 de julho

Aceleração LabSonica tem edital com workshop, mentorias e produção de EP, que integram rol de benefícios do projeto da Oi Futuro e o Estúdio Toca do Bandido

Possuir um diagnóstico de carreira, curso, workshop, entre outros benefícios para novos músicos e bandas independentes. Esta é a proposta do Edital Aceleração LabSonica 2.0. As inscrições seguem abertas para artistas e bandas de todo o Brasil. Porém, precisam ter pelo menos dois anos comprovados com lançamentos e registros de shows. Os interessados têm até dia 31 de julho para se inscreverem no site Toca do Bandido.

Aceleração LabSonica

Ao final da capacitação, os selecionados vão participar de uma residência artística com ‘songcamp’ e produção de um EP com três faixas e uma Live Session – produtos que serão lançados pelo selo Toca Discos. Em 2020, na primeira edição do projeto, entre os seis finalistas esteve a banda pernambucana Bule.

Edital

O Edital LabSonica, que tem à frente a Oi Futuro e o Estúdio Toca do Bandido, está em sua segunda edição. Segundo Victor Almeida, gerente executivo de Cultura do Futuro, a ideia é “materializar o propósito de estimular a experimentação e inovação no ecossistema da música e na economia criativa, em especial no atual momento, de reinvenção da cultura”.

1ª edição

Além disso, elementos que contribuíram também para a primeira edição do evento, conforme ressaltou Constança Scofield, responsável pela mentoria de direção artística do estúdio Toca do Bandido.

“O Aceleração LabSonica veio em um momento muito desafiador, no começo da pandemia. A gente mergulhou no projeto, em meio a atmosfera de incertezas. Estávamos muito entusiasmados com a parceria com o Oi Futuro: a estrutura, os profissionais, a troca com os artistas. Todos esses elementos contribuíram para a magia da primeira edição.”

Constança, que ao lado de Felipe Rodarte, também é responsável pela orientação e condução do projeto.

Para mais informações e detalhes do projeto, basta acessar o site oficial do LabSonica.

*Foto: Reprodução