Carnaval pernambucano: secretário de Saúde faz alerta

Carnaval pernambucano sofre reestrutura pela redução dos indicadores da covid no Estado pela sétima semana consecutiva

Nesta quinta-feira (24), a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) divulgou dados que sinalizam para uma redução dos indicadores da Covid-19 no Estado. O anúncio foi feito em uma coletiva de imprensa concedida pelo secretário de Saúde, André Longo, e pela superintendente da Imunização de Pernambuco, Ana Catarina de Melo.

Redução no número de casos

Sendo assim, prestes a fechar a sétima semana epidemiológica, os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) diminuíram. Foram registrados 593 casos na semana passada. O resultado é uma queda de 28% em relação à sexta semana e de 33% nos últimos 15 dias. Já os casos positivos da doença, entre os quais os mais graves caíram de 50% para 37% atualmente.

De acordo com a Central Estadual de Regulação Hospitalar, houve 429 solicitações por leitos de UTI. Ou seja, um recuo de 30% em uma semana e de 34% em 15 dias.

Sendo assim, a taxa de ocupação de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que já esteve acima de 80%, caiu para 67%. Hoje, Pernambuco não possui fila de espera para vagas de UTI em leitos Srag.

Sazonalidade das doenças respiratórias

Diante desta nova realidade, o secretário de Saúde alertou:

“Os indicadores evidenciam que já passamos pelo pior momento desta onda provocada pela variante Ômicron. No entanto, reforço que estes dados, apesar de animadores, ainda não nos dão o direito de baixar a guarda. O vírus continua circulando. Mais de 700 pacientes estão internados, atualmente, em leitos de UTI e os óbitos continuam em um patamar elevado, o que é reflexo de duas a quatro semanas atrás.”

Carnaval pernambucano

Por outro lado, ele disse ainda que o Estado se prepara para o começo, no mês de março, da sazonalidade das doenças respiratórias. E isto deve impactar o cenário epidemiológico. Portanto, Longo fez um alerta para este final de semana, época em que seria comemorado o Carnanal:

O secretário de Saúde também relembrou que o Estado se prepara para o início, no mês de março, da sazonalidade das doenças respiratórias, o que deve impactar no cenário epidemiológico. Até por isso, Longo fez um alerta para este final de semana, período em que seria comemorado o Carnaval.

“Temos que ficar atentos a este final de semana, que seria comemorado o Carnaval. Não podemos correr riscos. Precisamos contar com a consciência de todos. Nosso apelo é para que todos sigam os protocolos, evitando aglomerações, além de reforçar os cuidados, principalmente usando corretamente a máscara.”

*Foto: Reprodução/Arthur Mota/Folha de Pernambuco