Cine Olinda: Governo estadual anuncia obra de R$ 1,9 milhão

Cine Olinda será restaurado após 40 anos de abandono, com uma estimativa de obra de oito meses, afirma o deputado Augusto Coutinho

Um patrimônio de cultura que não funciona plenamente hpa 40 anos, o Espaço Cultural Cine Olinda receberá R$ 1,9 milhão para a requalificação. A recuperação ocorrerá por meio de um convênio firmado entre o Governo de Pernambuco e a Prefeitura de Olinda.

Recuperação do Cine Olinda

Além disso, a obra do Cine Olinda incluirá serviços de: climatização, tratamento da fachada, recuperação dos pisos e revestimento das paredes, urbanização da área externa do cinema, entre outras ações. Há uma estimativa de realização de obra em oito meses.

Vale destacar que em fevereiro deste ano, o portal de notícias JC publicou sobre o abandono do equipamento cultural, que está sem sala de exibição desde 1980. O cinema fica na Avenida Sigismundo Gonçalves, ao lado da Praça João Pessoa, no bairro do Carmo, bem na entrada do Sítio Histórico. De arquitetura art-déco, o Cine Olinda passou mais tempo fechado que aberto ao público desde que foi fundado em 1911, sob o nome de Cine Theatro de Variedades.

Reunião

Quase um mês após a publicação da matéria ocorreu uma reunião entre o governo estadual e a Prefeirura de Olinda, no Palácio do Campo das Princesas. À época, assinaram um protocolo de intenções para a recuperação e requalificação do espaço, com um investimento estimado em cerca de R$ 1,5 milhão.

Há três meses, a previsão era de que as obras começassem no primeiro semestre deste ano. Mas, faltando pouco menos de uma semana para o prazo, o governador Paulo Câmara e o prefeito Professor Lupércio se reuniram novamente na quarta-feira (22), com a presença do deputado federal Augusto Coutinho (Podemos).

Qual será o prazo, afinal de contas?

Os recursos partirão do governo estadual e o município executará as obras, afirma Câmara:

“Os recursos já serão repassados e a prefeitura terá um prazo para contratar a empresa especializada para os serviços e vai entregar o equipamento funcionando. O Cine Olinda é um espaço cultural importantíssimo, que será de grande serventia tanto nas atividades culturais, como no entretenimento da população.”

Já o prefeito Lupércio afirmou que as obras serão realizadas o mais rápido possível.

“Sabemos a importância de um cinema, principalmente este, que é centenário e, infelizmente, estava parado há 40 anos em um ponto tão estratégico da cidade. Vamos fazer essas obras o mais rápido possível, para que possamos entregá-lo não só aos olindenses, mas a todos os pernambucanos.”

Ocupe Cine Olinda se posicionou

O Ocupe Cine Olinda se posicionou com o intuito de pressionar o poder público no resgate do patrimônio cultural. Ele chegou a realizar atividades culturais, assembleias e tratativas com gestões municipal e estadual para que houvesse a conclusão das obras em 2016.

Segundo Débora Britto, jornalista que na época trabalhava em uma ONG que apoiava institucionalmente a movimentação:

“A ocupação era uma coletividade de várias pessoas da cidade. Foi uma ocupação muito importante, porque colocou o cinema para cinema para funcionar. Fizemos a exibição de mais de 100 filmes. Convidamos escolas, fizemos passeios com professores e criamos um slogan ‘Cine Olinda de Portas Abertas’ para tornar aquele prédio público e para a cidade ocupar.”

Obras não ocorreram

Em dezembro de 2016, houve reuniões importantes com a prefeitura, a Fundarpe, o Ministério Público da União e IPHAN. Porém, a desocupação do prédio só ocorreu após a Secretaria de Cultura do Estado prometer a revitalização do espaço naquele mesmo mês. Na ocasião, a reforma estava orçada em R$ 2 milhões. No entanto, nunca ocorreu. É o que explica Márcia Souto, a presidente da Fundarpe na época:

“Depois de reformado, pelo acordo com a prefeitura, o cinema será operado por um ano pelo Estado.”

No fim de 2018, o Governo de Pernambuco lançou um edital para a recuperação do Cine Olinda, com recursos na ordem de R$ 1,6 milhão. E também, a reforma nunca ocorreu.

*Foto: Reprodução