Conheça programa Embaixador da Primeira Infância do Recife

Os interessados em se tornar um embaixador do programa educacional podem fazer a adesão por meio do aplicativo Colab, onde também estão sendo recolhidas sugestões para o Plano Municipal para a Primeira Infância

A chance de poder se engajar, mobilizar e ainda sensibilizar a sociedade a fim de estipular princípios, diretrizes, instrumentos e competências para formulação e implantação de políticas públicas para crianças de até seis anos de idade por meio de um Plano Municipal para a Primeira Infância já é uma realidade. É com esta visão que a Prefeitura do Recife lançou no dia 9 de março o programa Embaixador da Primeira Infância. A ideia é expandir a participação popular na consulta pública, por meio de uma série de formadores de opinião conectados ao tema. Até a data de lançamento, 67 convidados já haviam abraçado esta causa.

Como se tornar um embaixador da Primeira Infância

Qualquer pessoa pode se tornar um embaixador da Primeira Infância ou apenas participar da consulta. Os interessados podem fazer a adesão por meio do aplicativo Colab. Na plataforma já estão sendo captadas sugestões para o plano desde o mês passado. A intenção é que as pessoas se engajem para expandir a participação popular na consulta pública por meio de sua rede de contatos pessoais.

Quem desejar se cadastrar como embaixador receberá um link personalizado por e-mail, que poderá ser encaminhado a seus contatos, e também pode conter imagens, textos e vídeos para compartilhar.

Portanto, basta baixar o app Colab, que é gratuito para os sistemas Android e iOS, e depois clicar em “quero ser embaixador”, na área da consulta pública do Plano Municipal para a Primeira Infância do Recife.

Já para quem quiser dar sua opinião, a pesquisa também está disponível no site consultas.colab.re/primeirainfanciarecife. Para os embaixadores, o link personalizado garante que cada contato vai responder a consulta por meio do intermédio deste colaborador e que cada resposta contará para o sistema de pontuações que gera recompensas cidadãs.

Expectativa do programa

Para Rogério Morais, secretário Executivo para a Primeira Infância, é esperada que mais de duas mil pessoas participem do programa, tanto como embaixador, como dando sugestões:

“Hoje estamos realizando um trabalho coletivo de multiplicação dessa ideia. Este é um plano decenal para a cidade, que perpassa a gestão e desejamos que as pessoas se identifiquem com as aspirações propostas nele e assim tenham um senso de pertencimento.”

A cantora, compositora e contadora de histórias Carol Levy é uma das embaixadoras convidadas e afirmou que é uma emoção abraçar esta causa:

“Receber um título como esse é de uma responsabilidade muito grande e um combustível para que a gente faça mais. Eu imagino que a gente deva ter um respeito e uma empatia muito grande por quem as crianças são porque a partir do momento que você entende que elas não funcionam da mesma forma que nós adultos, conseguimos nos comunicar melhor com elas.”

Já o prefeito Geraldo Julio destacou que, depois da aprovação do Marco Legal da Primeira Infância, a fase atual é a elaboração do Plano Municipal:

“O documento deve ser elaborado por toda a sociedade, por isso convidamos esses embaixadores que são pessoas da sociedade, que já atuam nessa área, que já cuidam de desenvolver as crianças desde o nascimento e agora vão ajudar os recifenses a participar e elaborar o primeiro plano da cidade. Tenho certeza que eles vão cumprir o papel, fico muito feliz porque encontramos muita gente engajada com a causa.”

Fonte: Folha de Pernambuco

*Foto: Divulgação / Andréa Rêgo Barros/PCR