Fins de semana na RMR e Agreste: apenas serviços essenciais funcionarão

Fins de semana na RMR e Agreste serão marcados por uma quarentena mais rígida

Desde quarta-feira (26), que Pernambuco entrou em uma nova fase de medidas restritivas de combate à Covid-19. Na segunda (24), o governador Paulo Câmara informou que as determinações variam entre as regiões do Estado. Isso conforme a gravidade atual de contágio do coronavírus Sars-CoV-2.

Fins de semana na RMR e Agreste

Sendo assim, na Macrorregião 1, que compreende a Região Metropolitana do Recife (RMR) e cidades da Zona da Mata, somente os serviços essenciais poderão funcionar aos fins de semana até o dia 6 de junho. Porém, durante a semana, continua o esquema atual em vigor, com o fechamento do comércio às 20h.

Desde quarta, também passou a valer o sistema de quarentena rígida no Agreste. Neste caso, a permissão de funcionamento dos serviços essenciais compreende todos os dias da semana.

A medida para fins de semana na RMR e Agreste atingirá 53 municípios das Gerências Regionais (Geres) IV e V. Estes possuem como cidades-sede Caruaru e Garanhuns, respectivamente.

Aceleração exponencial da contaminação pela Covid-19

Segundo o governador de Pernambuco, a aceleração exponencial da contaminação pela Covid-19 no Agreste do Estado resultou em um aumento de ocupação em todo o sistema de saúde nas últimas semanas.

“A consequência direta disso é mais tempo entre a solicitação de um leito de UTI e a transferência dos pacientes para uma vaga de terapia intensiva.”

No dia 24, o estado registrou aumento significativo no número de pacientes aguardando vaga em leitos de UTI para Covid-19.

Além disso, será ainda a quarentena rígida em 12 cidades da Geres II, que tem sede em limoeiro, na Zona da Mata Sul.

Já nas Macrorregiões 3 e 4 (ambas no Sertão do Estado), continua o funcionamento das atividades em geral até 20h, de segunda a sexta, e até 18h aos fins de semana.

Mais testes de antígeno

Todavia, Câmara anunciou que pediu ao Ministério da Saúde mais testes antígeno, concentradores de oxigênio, além de uma investigação sobre as novas variantes do vírus nas amostras coletadas no Agreste.

O Estado já tem comprovada a circulação sustentada da variante P.1, oriunda do Amazonas.

Reforço no Agreste

Segundo o governador, mais 30 leitos de UTI serão abertos nesta semana, nas cidades de Caruaru, Bezerros e Garanhuns, todos no Agreste. e disse que haverá uma reunião com prefeitos do interior pernambucano para pedir a abertura de novas vagas de retaguarda nos serviços municipais de saúde.

Por fim, ele assegurou a distribuição de 100 concentradores de oxigênio para incrementar a capacidade de atendimento nas unidades locais de pronto-atendimento da região.

Municípios que terão quarentena rígida

Cidades da II Geres:

Bom Jardim, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, João Alfredo, Limoeiro, Machados, Orobó, Passira, Salgadinho, Surubim e Vertente do Lério.

Cidades da IV Geres:

Agrestina, Alagoinha, Altinho, Barra de Guabiraba, Belo Jardim , Bezerros, Bonito, Brejo da Madre de Deus, Cachoeirinha, Camocim de São Felix, Caruaru, Cupira, Frei Miguelinho, Gravatá, Ibirajuba, Jataúba, Jurema, Panelas, Pesqueira, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, São Bento do Uma, São Caetano, São Joaquim do Monte, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Toritama, Vertentes.

Cidades da V Geres:

Águas Belas, Angelim, Bom Conselho, Brejão, Caetés, Calçados, Canhotinho, Capoeiras, Correntes, Garanhus, Iati, Itaíba, Jucati, Jupi, Lagoa do Ouro, Lajedo, Palmerina, Paranatama, Saloá, São João, Terezinha.

*Foto: Divulgação/Rafael Furtado