Greve de professores em Pernambuco começa nesta segunda (7)

Greve de professores em Pernambuco acontece após a Prefeitura do Recife afirmar que as negociações com a categoria estavam em curso e ratificou à disposição em dialogar com os profissionais

Na quinta-feira (3), em assembleia, os profissionais da educação da rede Municipal de Ensino do Recife deflagraram greve após a Prefeitura do município oferecer 13,06% de reajuste salarial.

Greve de professores em Pernambuco

Entretanto, os profissionais reivindicam um reajuste de, no mínimo, 33,23%. De acordo com o Sindicato Municipal dos Profissionais de Ensino da Rede Oficial do Recife (Simpere), a paralisação das atividades começa na próxima segunda-feira (7).

Além disso, segundo o Simpere, o aumento é calculado com base no crescimento percentual dos valores mínimos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) de dois anos atrás.

Nota da Prefeitura

Por outro lado, em nota, a Prefeitura do Recife afirmou que as negociações com a categoria estavam em curso e ratificou a disposição em dialogar com os profissionais.

“O Executivo Municipal vem trabalhando para garantir que todo o corpo docente tenha a garantia de receber o piso salarial, valor abaixo do qual nenhum professor pode receber. Também está em negociação a definição do percentual de reajuste salarial para toda a categoria de professores, que recebe sempre uma atenção especial da gestão municipal.”

Proposta oferecida

Ainda segundo o Executivo Municipal, a proposta de reajuste de 13,06% oferecida aos profissionais equivale à inflação de 2021 acrescida 3% do ganho real.

“Nenhum professor receberá abaixo do piso que, nesse caso, seria de R$ 3.846. Para tanto, a Prefeitura considera ainda a aplicação do reajuste com efeito retroativo a janeiro deste ano.”

Notícia da greve foi recebida com surpresa

Em relação à deflagração de greve acertada pelos profissionais, a Prefeitura destacou que a notícia foi recebida com surpresa. Isso porque a gestão estava em diálogo nas mesas de negociações com a categoria.

“A Prefeitura lamenta também que a decisão pela greve causará grandes prejuízos aos estudantes e suas famílias, uma vez que estes já foram bastante prejudicados pela pandemia da Covid-19. A gestão diz ainda que neste momento o maior objetivo é apoiar os estudantes e garantir seu direito à aprendizagem com a indispensável colaboração dos professores.”

Decisão de reajuste salarial

Por fim, para a decisão do reajuste salarial, a gestão municipal disse que “depende da manutenção do equilíbrio fiscal do Município, de modo a não comprometer os limites fiscais e orçamentários, respeitando a Lei de Responsabilidade Fiscal”.

*Foto: Divulgação/Secretaria de Educação do Recife