Hospital da Mulher inaugura 10 leitos de UTI para Covid no Recife

Com os leitos do Hospital da Mulher, a rede municipal conta agora com 222 vagas de terapia intensiva

Nesta segunda-feira (29), o Hospital da Mulher do Recife (HMR) inaugurou mais 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Todos eles serão dedicados ao tratamento da Covid-19. A unidade hospitalar está localizada no bairro do Curado, na zona oeste da capital pernambucana.

Hospital da Mulher – novos leitos de UTI para Covid

Com o funcionamento das novas unidades, a rede municipal passa a contar com 222 leitos de UTI para o tratamento da doença. Ao todo, incluindo os 166 de enfermaria, são 388 vagas. O anúncio dos novos leitos foi realizado hoje pelo prefeito da cidade, João Campos:

“Só aqui [no HMR] já são 20 dedicados exclusivamente à Covid-19. Nosso esforço é diário: abertura de leitos de UTI, sala vermelha, sala de observação e enfermaria para garantir o atendimento ao recifense. E a gente também está fazendo uma vacinação cada vez mais rápida e intensa para superar a pandemia.”

População cooperando

Entretanto, ele ressaltou também sobre a importância da população fazer sua parte, mantendo o distanciamento social e demais cuidado:

“Agora sua participação é fundamental, fazendo o distanciamento social, tomando todos os cuidados necessários para a gente poder vencer, superar esta segunda onda e, com a vacina a todo pique, conseguir imunizar a nossa população.”

Ativação de 20 leitos no Hospital da Mulher

Além disso, na semana passada, o prefeito anunciou a ativação de 20 leitos no HMR, dos quais dez serão para tratamento intensivo e dez para enfermaria.

De acordo com a prefeitura, até o fim deste mês, o Hospital da Mulher ainda terá mais dez leitos de UTI, totalizando 40. Serão 30 de terapia intensiva e dez de enfermaria.

Readequação

Outros serviços

Contudo, a o HMR precisou readequar os atendimentos e a estrutura física para receber os pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Portanto, a área de Covid está agora separada dos outros setores do hospital.

Entretanto, alguns serviços de ambulatório seguem funcionando, como: Pré-Natal de Alto Risco, Planejamento Familiar, Psiquiatria, Ambulatório de Cirurgia (pré e pós operatório) e egressos.

Os setores de Emergência (que atende gestantes e urgências ginecológicas), Maternidade e o Centro de Imagem também continuam recebendo pacientes normalmente.

Diante do atual cenário, o Hospital da Mulher contratou 225 profissionais, entre os quais: enfermeiros, médicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos e maqueiros.

*Foto: Divulgação/PCR