Novo Mirabilândia: parque deve gerar 500 postos de trabalho

Novo Mirabilândia, em Paulista, terá proposta voltada a atividades ambientais, com investimento de R$ 60 milhões e gerando em torno de 500 empregos

O Novo Mirabilândia será construído na cidade de Paulista, Região Metropolitana do Recife, com um investimento de R$ 60 milhões. Serão aproximadamente 500 postos de trabalho gerados no parque temático de turismo. Ele será construído às margens da BR-101, no bairro de Jardim Paulista.

Novo Mirabilândia

Expectativa é de que a construção do novo Mirabilândia seja feita em 24 meses. Sendo assim, ela passará a ser a única unidade do parque no Estado, deixando de operar no local atual, próximo ao Centro de Convenções.

Contratação imediata

Para a primeira fase de construção do parque em torno de 120 pessoas serão contratadas. Já durante a fase de operação, serão criadas novas vagas, que poderão chegara a 500 postos de trabalho.

De acordo com o secretário de Projetos e Programas da Prefeitura de Paulista, Jorge Carreiro, as chances de emprego ainda não estão definidas sobre a forma de recrutamento.

“Ainda não foi feito detalhamento sobre a mão de obra, o grupo tem um contingente na operação. Vamos dar suporte no que for necessário, na captação e preparação do empreendimento. Até o final do ano as obras devem iniciar no local.”

Floresta urbana

O novo parque ocupará uma área de 132 hectares de floresta urbana preservadas. Isso porque será construído apenas em 20 hectares de área permitida, revela o secretário.

“Os sócios visitaram o local, que é uma área remanescente de Mata Atlântica, chamada de floresta urbana com 132 hectares e o parque ocupará apenas 20 hectares, que já tem o licenciamento ambiental. Até o final do ano as obras devem iniciar no local. Ele é um parque que prima muito pela ocupação sustentável, tem um diferencial grande, terá ainda um teatro, com uma parte voltada para a área externa podendo receber até 5 mil pessoas.”

Área de lazer moderna

Além disso, o novo empreendimento aposta em conceitos modernos da área do lazer. Isso inclui uma diversidade de atrações para todas as faixas etárias. O parque também vai priorizar a acessibilidade, assim como a gestão de segurança, gestão de manutenção e gestão de operação.

O Mirabilândia terá como valor paisagístico e referencial a própria floresta, se preocupando com a manutenção e conservação da vegetação local. Portanto, as áreas florestais terão uso indireto voltado à valorização paisagística do empreendimento.

Desenvolvimento para Paulista a partir do novo Mirabilândia

A gestão do parque busca ainda se consolidar como um dos principais parques de diversões do Norte/Nordeste. Com isso, ele conseguirá se firmar como um atrativo turístico do município do Paulista e do Litoral Norte de Pernambuco.

Por fim, Carreiro diz que o empreendimento trará maior movimentação ao município:

“Para a cidade de Paulista é muito bom, é um parque temático que já tem grandes eventos e chega com uma outra dimensão, oferecendo lazer do entretenimento, cultura, ambiental, vai ser totalmente diferente para nossa cidade.”

*Foto: Divulgação