Retomada de cirurgias eletivas em PE ocorre após redução nos casos da Covid-19

Retomada de cirurgias eletivas em PE foi divulgada na última sexta-feira (2) durante uma coletiva

Na última sexta-feira (2), foi divulgada a retomada de cirurgias eletivas em PE. Na ocasião, o governo estadual anunciou que houve uma redução de 23% dos indicadores da Covid-19.

Retomada de cirurgias eletivas em PE

Segundo o Secretário Estadual de Saúde, André Longo, a Região Metropolitana do Recife apresenta uma taxa de ocupação de UTI abaixo de 70%. Portanto, isso possibilita o início um Plano de Reconversão de Leitos da rede pública. O objetivo é permitir o atendimento de outras patologias (além da Covid-19) e a retomada das cirurgias eletivas em PE, que haviam sido suspensas.

“Por mais uma semana, na quarta consecutiva, observamos redução dos indicadores da Covid-19 em Pernambuco, configurando um cenário epidemiológico em evolução positiva. Registramos um total de 1093 notificações de casos de SRAG aqui na semana epidemiológica 25, que representa uma redução de 23% na comparação com a semana 24 e de 63% quando comparamos 15 dias. Em relação as solicitações de leito de UTI, tivemos queda de 18,3% quando analisamos o Estado, como um todo, o que está levando a taxa de ocupação a cair abaixo de 70%. Ainda há diferenças, nós temos um evolução mais positiva e mais rápida na Região Metropolitana do Recife.”

Atendimento de outras patologias

Além disso, o secretário também indicou que a Macrorregião I, que abrange a Região Metropolitana do Recife e Zona da Mata, se comparada com outras regiões do Estado, estão em fases diferentes do Plano de Convivência. Sendo assim, a condição possibilita o atendimento de outras patologias e a retomada segura das cirurgias eletivas na Rede Pública de Saúde, conclui.

“É importante deixar claro nesse momento nós não estamos falando em fechamento de leitos, mas sim, vagas que haviam sido transformadas em leitos que atendiam a pacientes não Covid-19 que foram transformadas para atender Covid e que agora voltam para o atendimento de outras patologias, onde podem ser rapidamente reconvertido em caso de necessidade.”

*Foto: Reprodução/YouTube/SES-PE