Testes de covid no Recife: preços variam em até 156%, diz Procon

Testes de covid no Recife abrangem pesquisas e fiscais do órgão que visitaram 23 estabelecimentos, entre farmácias, laboratórios e clínicas para coibir cobranças abusivas

Com o objetivo de coibir possíveis cobranças abusivas, o Procon Recife visitou 23 estebelecimentos da capital pernambucana para conferir os preços dos testes de covid.

Preços dos testes de covid no Recife

A equipe de fiscalização percorreu, nos dias 24, 25 e 26 de janeiro, bairros como: Areias, Cordeiro, Derby, Espinheiro, Paissandu, Graças, Ibura, Ilha do Leite, Jaqueira, Jardim São Paulo, Parnamirim, Soledade e Torre, para levantar os preços praticados por cada estabelecimento. A lista de todos eles e os respectivos valores podem ser verificados no site do Procon Recife procon.recife.pe.gov.br.

Além disso, nesta semana, foram fiscalizados novos laboratórios, clínicas e farmácias, totalizando 23 estabelecimentos. Sendo assim, verificou-se que os valores cobrados pelos principais exames para diagnosticar o vírus variavam conforme a rede de farmácia e laboratório.

Foi verificado, por exemplo, que o preço cobrado pelo teste rápido de Antígeno( SWAB nasofaringe) variava entre R$ 99,00 e R$ 200,00, uma diferença de 102% no valor de um local para o outro. Já o menor valor cobrado pelo RT-PCR foi encontrado por R$150,00 e o maior valor cobrado chegou a R$385,00, uma variação de 156%.

Teste rápido de antígeno

Similar ao exame de biologia molecular RT-PCR, o teste rápido de antígeno também é feito por meio da coleta de material biológico da nasofaringe (nariz e garganta) do paciente com swab nasal. No entanto, a diferença é que o resultado, ao contrário do RT-PCR, é entregue em torno de 15 minutos. Assim como os testes moleculares de RT-PCR, o de antígeno detecta a doença em sua fase aguda, quando a infecção está ativa e há maior risco de transmissão.

Alta nos casos de covid

Além disso, segundo o secretário-executivo do Procon Recife, Pablo Bismack, a alta no número de casos de covid-19 faz com que a procura por testes cresça também. Portanto, é vital pesquisar bem e buscar o estabelecimento com o melhor preço:

“O monitoramento está sendo realizado semanalmente e, mesmo sabendo da procura intensa e escassez de alguns insumos, o Procon Recife poderá notificar, numa segunda fase, as empresas com maior variação para que justifiquem os valores dos preços dos testes.”

Ele acrescentou ainda que as empresas têm autonomia para a cobrança de preços. Mas cabe ao Procon verificar a presença de abusividade nos valores praticados.

Testes de covid no Recife – o que diz o Procon

Por fim, o Procon Recife orienta o consumidor a pesquisar os valores que estão sendo cobrados pelos mesmos exames e, ao se deparar com alguma irregularidade, denunciar, ressaltando que o monitoramento dos valores dos testes segue nas próximas semanas. 

O consumidor pode acionar o Procon Recife pelo site, pelos e-mails [email protected] (dúvidas) e [email protected] (denúncias) e também pelo 0800 281 1311, das 8h às 14h.

*Foto: Unsplash