Vacinação da gripe no Recife: trabalhadores da saúde serão vacinados

Vacinação da gripe no Recife começou na segunda-feira (26) com profissionais da saúde inclusos na primeira fase do cronograma de imunização

Desde segunda-feira (26), os trabalhadores da saúde que atuam no Recife estão sendo vacinados contra a gripe. Eles estão inclusos no grupo da primeira fase da Campanha Nacional Contra a Influenza, que teve início no último dia 12 de abril. Até o momento, mais de 30.754 doses já foram aplicadas pela prefeitura da capital pernambucana.

Vacinação da gripe no Recife

Contudo, ainda no dia 26, a Secretaria Municipal de Saúde abriu um novo ponto de imunização na Praça do Carmo. O local passa a funcionar em substituição ao Parque 13 de Maio, que saiu da lista.

Pontos volantes

Sendo assim, os pontos volantes que oferecem a vacina da gripe no recife são: Parque Dona Lindu (Boa Viagem), Sítio Trindade (Casa Amarela) e o Pátio do Carmo (bairro de Santo Antônio).

No Parque Dona Lindu e no Sítio Trindade, a vacinação acontece de domingo a domingo. Já no Pátio do Carmo ocorre de segunda a sábado, e será para o Marco Zero (Bairro do Recife) aos domingos. Todos os locais possuem o mesmo horário de funcionamento, das 8h às 17h.

153 unidades da Secretaria de Saúde

Além dos pontos volantes, a vacinação acontece em 153 unidades da Secretaria de Saúde, de segunda a sexta, entre 8h e 17h. Nesta primeira fase também estão sendo vacinadas as crianças maiores de seis meses e menores de seis anos, gestantes e puérperas (mulheres que tiveram bebê até 45 dias).

Vacinação contra a Covid-19

Entretanto, por recomendação do Ministério da Saúde, a vacina contra a Covid-19 deve ser priorizada. Portanto, é indicado que as pessoas fos grupos elegíveis concluam o esquema vacinal antes de receberem a vacina contra o coronavírus.

Com isso, os idosos a partir de 60 anos e os profissionais da saúde só devem ser imunizados contra a gripe 14 dias após tomarem a vacina contra o coronavírus.

Documentos

Mas para ser imunizada a pessoa deve levar um documento de identificação com foto, carteira de vacinação e o cartão do SUS (se tiverem esses dois últimos).

Além disso, uma parte do público-alvo deverá apresentar documentos que comprovem a necessidade da imunização. No caso dos trabalhadores das redes públicas e privadas de saúde, eles devem levar comprovantes laborais, como crachás ou carteira de trabalho.

Próximas fases

No dia 11 de maio, começa a segunda fase da vacinação contra a gripe, e seguirá até 8 de junho, quando será a vez de vacinar idosos com 60 anos e professores.

Entre o período de 9 de junho e 9 de julho, poderão ser imunizadas:

  • pessoas com comorbidades, deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário Passageiros Urbano e de Longo Curso;
  • trabalhadores portuários, profissionais das Forças de Segurança e Salvamento e Forças Armadas;
  • funcionários do Sistema de Privação de Liberdade;
  • população privada de liberdade;
  • e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

Por fim, vale ressaltar que mesmo com o começo de uma nova fase, as pessoas incluídas nos grupos anteriores podem continuar recebendo a vacina da mesma maneira.

*Foto: Divulgação