Começa hoje campanha nacional contra sarampo

Ministério da Saúde pretende vacinar 2,6 milhões de crianças contra o sarampo em todo o país

Começou nesta segunda-feira (7) a Campanha Nacional de Vacinação com o Sarampo. Todos os postos de saúde do Brasil aplicarão as doses. De acordo com o Ministério da Saúde, existem dois grupos de pessoas como alvo da nova campanha. O primeiro é composto por crianças de seis meses até menores de cinco anos. Neste caso, elas podem tomar a vacina de hoje até o dia 25 de outubro, e ainda haverá o evento Dia D, no dia 19.

Já o segundo grupo abrange jovens de 20 a 29 anos e que não estão em dia com a caderneta de imunização da doença. Pra esta faixa etária, a vacinação está prevista para começar no dia 18 de novembro.

Meta contra o sarampo

O Ministério da Saúde tem como meta vacinar 2,6 milhões de crianças e 13,6 milhões adultos. Para conseguir este feito, a pasta garantiu a maior compra de vacinas contra a doença dos últimos dez anos. No total, 60,2 milhões de doses da tríplice viral foram adquiridas para que o combate ao sarampo seja efetivo nas cidades do país. O ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou em comunicado:

“Vacina é um direito da criança. Ela não consegue ir sozinha a uma unidade de saúde para se vacinar. Pais, responsáveis, avós chequem a carteira de vacinação como ato de respeito e de amor. Se estiver incompleta, leve a criança para tomar a segunda dose. Se a criança não tiver tomado nenhuma, ela deve tomar a primeira dose e, na sequência, a segunda”.

Incentivo à vacinação

Além disso, o ministério quer promover um incentivo à vacinação em crianças, disponibilizando R$ 206 milhões em recursos, voltados às localidades que cumprirem duas metas estipuladas pela pasta. Sobre isso, o ministro explicou:

“Para receber esse recurso adicional, os gestores terão que informar mensalmente o estoque das vacinas poliomielite, tríplice viral e pentavalente e atingir 95% de cobertura vacinal contra o sarampo em crianças de 1 a 5 anos de idade com a primeira dose da vacina tríplice viral”.

Campanha contra o sarampo anterior

Desde o começo de 2019, o ministério já repassou 25,5 milhões de doses da vacina tríplice viral para que todos os estados brasileiros conseguissem atender sua população, além de possibilitar as ações de suspensão da transmissão do vírus e a dose extra chamada de dose zero destinada a todas a crianças entre seis meses e 11 meses e 29 dias.

Por que a vacinação contra o sarampo é tão importante?

A importância da aplicação da dose que impeça a criança ou adulto de desenvolver o vírus sarampo diz respeito também a impedir que a pessoas tenha complicações que resultem em cegueira ou ainda de infecções generalizadas que podem levar a óbito.

Exatamente por esses fatores que o governo federal se aliou aos estados e municípios para que estes esforços façam com que 39,9 milhões de brasileiros consigam ser vacinados. Isso representa 20% da população, que atualmente está sendo exposta ao vírus, segundo informações do Ministério da Saúde.

Mesmo que a maior parte de pessoas que se encontram nesta posição sejam os adultos (35%), os menores de 5 anos são o grupo mais suscetível a ter complicações decorrentes de desenvolver o vírus do sarampo.

Dados do Ministério da Saúde

De acordo com um levantamento feito pelo Ministério da Saúde e anunciado no final de agosto, o Brasil registrou 5.404 casos confirmados de sarampo e seis mortes, sendo quatro delas de crianças menores de 1 ano.

Em relação aos casos confirmados durante este período, 5.528 (97%) aconteceram em 173 municípios do estado de São Paulo, especialmente na região metropolitana.

Já as 176 ocorrências foram registradas em 18 estados: Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e Distrito Federal.

Fonte: site Interior NE10

*Foto: Divulgação / Felipe Barros – PMI