Negociação de dívidas via WhatsApp: TJPE e Compesa promovem audiências

Negociação de dívidas via WhatsApp atenderá demandas pré-processuais, processuais e espontâneas

A partir dest segunda-feira (12), clientes da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) poderão renegociar dívidas em audiências de conciliação virtuais promovidas pelo WhatsApp.

Negociação de dívidas via WhatsApp

A ação Acordo Legal, promovida em parceria com o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), tem o objetivo de atender demandas pré-processuais, processuais e espontâneas.

Audiências para negociação de dívidas via WhatsApp

Já as audiências seguem até a próxima sexta-feira (16), das 8h às 18h. segundo o TJPE, as audiências consistem na primeira pauta concentrada de sessões virtuais de conciliação do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) da Capital.

Para a realização da Negociação de dívidas via WhatsApp foram selecionadas 314 demandas pré-processuais para conciliação, afirma o TJPE. Este é um procedimento prévio que acontece quando empresas e cidadãos buscam um acordo antes que o litígio se torne um processo na Justiça.

Processos já em tramitação

Todavia, a Compesa também indicou demandas de processos que já tramitam no Tribunal de Justiça de Pernambuco.

Demanda espontânea

Além disso, a ação conciliatória está aberta para as demandas espontânea. Sendo assim, qualquer residente do Recife, Região Metropolitana e do Interior, que tenha dívida com a empresa e que tenha interesse na conciliação poderá procurar a Compesa e inscrever a sua demanda para participar da ação.

Os interessados devem entrar em contato com a companhia pelo telefone (81) 3412-9888 e pelo email. Em seguida, será feito um agendamento da audiência.

70 mil clientes

Ao todo, em torno de 70 mil clientes, que se enquadram nas situações mencionadas, estão aptos a participar da ação. Desses, aqueles com dívidas de até R$ 50 mil com a Compesa ainda terão condições especiais para celebrar o acordo.

Todavia, serão concedidos também descontos progressivos a depender do tempo da dívida, que podem chegar a 90% e ainda há possibilidade de parcelamento.

Acordo Legal TJPE/Compesa

Por fim, o Acordo Legal TJPE/Compesa ficará sob a responsabilidade do coordenador adjunto do Nupemec, juiz Marcus Vinícius Nonato Rabelo Torres. E contará com a atuação de 11 conciliadores do TJPE.

Os acordos realizados durante as sessões de conciliação serão reduzidos a termos e devidamente analisados e homologados pelos coordenadores do Cejusc da Capital, juízes Clicério Bezerra e Silva e Karina Albuquerque Aragão Amorim.

*Foto: Divulgação/Paullo Almeida