Totvs estende prazo para que Linx avalie nova proposta

Para que a Linx avalie nova proposta, sua rival prorrogou a data limite para o dia 17 de novembro

A produtora de software focada no varejo, Linx, informou no último dia 9 que vai analisar nova proposta da Totvs. A empresa rival estendeu na véspera do anúncio o prazo para que a Linx avalie a nova proposta. Sendo assim, a nova data limite é 17 de novembro.  

Quais são os fatores para que a Linx avalie nova proposta?

No entanto, a Linx não informou em comunicado ao mercado, qual é a nova proposta de sua rival. No dia 8, ela apenas citou a probabilidade “de majoração da proposta, se e quando julgar adequada”. A declaração veio junto a críticas quanto à administração da Totvs, afirmou a produtora de software em nota:

“A companhia (Linx), por meio do comitê independente, analisará a nova proposta apresentada pela Totvs por meio de fato relevante de ontem, emitindo sua avaliação oportunamente, sempre em vista do melhor interesse da Linx e de seus acionistas.”

Cade

Vale lembrar que no início de setembro, a Totvs poderia ter uma multa no valor de R$ 100 milhões paga pela Linx. Isso aconteceria se o Cade decidisse por vetar tal fusão.

Combinação de negócios

Ainda no dia 8, a Totvs anunciou que a combinação de negócios com a Linx poderá gerar sinergias operacionais estimadas em torno de R$ 3,2 bilhões.

Além disso, a companhia disputa a Linx com a empresa de meios de pagamentos Stone. Esta possui a preferência no negócio. As informações são da agência Reuters.

*Foto: Divulgação